Quando o Novo Testamento fala em “evangelho” — e tentamos seguir essa prática — fala-se em termos do evangelho evangelístico, isto é, a Boa Nova que é de fato notícia e cuja essência é uma mensagem a ser anunciada a todos. Sem evangelismo não há evangelho.