Perante o evangelho, o homem quer resolver todas as questões e dúvidas e problemas. Basta, porém, uma única pergunta: Estou disposto a confiar em Deus para que ele resolva, na sua soberania, os pepinos da minha vida? Deixarei que ele seja Deus sobre o coração, corpo e alma? Permitirei que ele faça comigo como ele, na sua onisciência, achar melhor? Uma vez resolvida essa questão, as outras se resolvem.